Seu e-mail foi cadastrado com sucesso

Receba nossas novidades por e-mail

Ao enviar seu e-mail você está aceitando receber as novidades da MDM e seus parceiros.

Fechar

Publicado em 18/05/2019

Dia 15/05 – Aula de Democracia para um governo sem educação!

Foi um daqueles dias para entrar para história, um dia construído por mestres, estudantes e por todos aqueles que não conseguem enxergar outro caminho para o futuro do Brasil que não passe pela educação. 222 cidades, incluindo todas as capitais organizaram atos para mostrar a indignação da sociedade contra o ataque ao conhecimento e a ciência no Brasil.

O governo Bolsonaro propõe um corte de 1,7 bi das universidades públicas, o que representa 25% dos gastos de investimentos, custeio com água, luz, manutenção e bolsas de estudo. Segundo os reitores, um corte deste tamanho pode inviabilizar o funcionamento das instituições de ensino e paralisar pesquisas.

Dos EUA, o presidente mandou xingamentos aos manifestantes no Brasil que defendiam a educação publica, classificando-os de “imbecis úteis e massa de manobra”, demonstrando sua incapacidade em lidar com reivindicações populares.

Ao mesmo tempo o ministro da educação, que havia sido convocado por Orlando Silva (PCdoB), a partir de uma votação de 307 votos a favor e 82 contra sua ida, foi chamado a dar explicações sobre os cortes, mas em vez disso fez apenas provocações aos deputados, e nada respondeu.

O ministro, Abraham Weintraub, que costuma se atrapalhar com nomes e números, ainda tentou chantagear os deputados, sugerindo que só com a reforma da previdência seria possível voltar atrás no corte.

A FACESP esteve presente na Capital, que realizou o maior ato do país com mais de 250 mil pessoas, ocorrido na Av. Paulista. Mas também participou de atos em outros municípios como: Tupã, Ribeirão Preto, Araras, São José dos Campos e Campinas. A lição tirada desta manifestação, é que se torna cada vez mais possível construir uma grande greve geral em 14 de junho para barrar a reforma da previdência.

Confira mais fotos desse grande dia:

Compartinhe esta notícia:

Voltar ao Topo