Seu e-mail foi cadastrado com sucesso

Receba nossas novidades por e-mail

Ao enviar seu e-mail você está aceitando receber as novidades da MDM e seus parceiros.

Fechar

Publicado em 28/10/2019

MUHAB presente no Lançamento do “Novo Programa Habitacional da PMSP”

Coordenadores e lideranças do MUHAB estiveram presentes, nesta quarta-feira (23) á tarde, a convite do Secretário Municipal de Habitação, para conhecer o novo programa, na Câmara Municipal de São Paulo, que como o próprio secretário disse, “é um esqueleto que precisa ser desenvolvido a partir de debates e consultas”. Foi elaborado por técnicos da COHAB/SEHAB e tem o grande desafio de chamar a Capital de São Paulo, à sua responsabilidade de voltar a ter o protagonismo na produção habitacional, sobre tudo para a demanda de até 3 salários mínimos.

O projetos tem metas audaciosas, começa com 1 bilhão, tendo como fontes: operações urbanas, FUNDURB e empréstimos. Esse valor poderá ainda ser acrescido com recursos estaduais e federais. Tonhão, como um dos presentes no evento falou: “nem os movimentos, nem a prefeitura podem desistir do MCMV-1. devemos aumentar a pressão sobre o governo federal para que o mantenha, ou sugira outro com condições parecidas”. Continuou dizendo “os recursos deste programa também devem arrumar solução para as entidades detentoras de terrenos de chamamentos municipais, que não contam com recurso federal, no momento”.

O MUHAB, com seus coordenadores e entidades filiadas devem, o mais rápido possível, se debruçar sobre o projeto apresentado e dar suas contribuições, conforme sua visão. Num deserto de programas habitacionais, deve-se apegar ao que existe, buscando sempre o interesse dos movimentos de moradia e das famílias por estes representados. Neste sentido o “novo programa” tem coisas interessantes em relação as faixas de renda e a produção, que pode ser feita por ente público, privado ou por entidades. Companheiros (as) presentes: Nilda, Maksuel, Maria, Bosco, Irani.

Matéria por Tonhão – Coordenador Geral do MUHAB e de Comunicação MDM

Compartinhe esta notícia:

Voltar ao Topo